JU volta às aulas

Volta às aulas: especialista dá dicas para preparar a família

28 Janeiro 2018 07:00:00

Foto: Divulgação

Faltam poucos dias para o fim do período das férias, e muitos pais e alunos já estão se preparando para voltarem à rotina. A volta às aulas é o maior de todos os desafios: como retornar à sala de aula da forma mais tranquila e produtiva possível? Mesmo os próximos meses não oferecendo a liberdade de horários e atividades do período de férias, é possível voltar de forma prazerosa. É importante haver preparação, incentivo e motivação, tanto dos alunos como também dos pais.

A pediatra Marisa Lages Ribeiro explica que algumas ações em casa podem ajudar toda a família. "Adotar uma rotina de horários na semana anterior ao início das aulas é positivo, principalmente para as crianças que estudam pela manhã se acostumarem a dormir e acordar mais cedo. Sempre ver o lado bom da volta às salas, como matar a saudade dos colegas, aprender coisas diferentes e fazer novos amigos, isso também é fundamental. A escola precisa ser vista como um lugar agradável, de lazer e conhecimento", diz.

Além disso, envolver os estudantes na preparação do material escolar, merenda e uniforme também é importante, segundo a especialista. "O lanche deve ser saudável, com uma opção de fruta, água e, de preferência, um sanduíche natural. Assim, convidar as crianças a irem ao supermercado escolher o cardápio é um estímulo. Preparar a despensa com antecedência ajuda a não recorrer aos alimentos industrializados e a escola é o lugar de formar bons hábitos", diz a médica.

Primeira matrícula - Se a rotina de retomar os estudos é marcante para uma família que já está acostumada com o processo, imagina aquela que terá que passar por isso a primeira vez? A pediatra tranquiliza comentando que a adaptação, geralmente, é um processo simples. "A angústia da separação é comum, mas os pais precisam escolher uma escola na qual possam confiar. Conforme a rotina das turmas, as crianças se adaptam gradativamente, permanecendo poucas horas nos primeiros dias, e os pais não precisam passar ansiedade para os filhos", esclarece.

Marisa conta ainda que há outras ações que podem auxiliar nesse momento, como, por exemplo, a conversa com a criança sobre o retorno as aulas; oferecer orientação para a rotina da criança; envolver os estudantes na preparação dos cadernos e estojos com antecedência, para que valorizem o momento da volta às aulas; e, por fim, não veja a volta às aulas como algo chato, reforce mensagens positivas. O incentivo contribui para manter os alunos motivados.


Imagens

Foto: Divulgação