Grupo diRoma participa de feiras de turismo

28 Janeiro 2018 07:00:00

Já no início de 2018 o Grupo diRoma anuncia a participação em cinco feiras de turismo em diferentes regiões do país. Além dos nomes já confirmados, também está prevista a presença em mais quatro feiras no interior de Minas Gerais até o final do ano. No primeiro semestre, o diRoma estará no Salão de Turismo - ABAV-MG, em Belo Horizonte no dia 16/03; no Salão Paranaense de Turismo, em Curitiba de 15 a 17/03; no BNT Mercosul (Itajaí-SC), nos dias 25 e 26/05; e FIT das Cataratas (Foz do Iguaçu) entre 20 a 22/06.

Estrategicamente, a participação do Grupo diRoma nos eventos de turismo e hotelaria privilegiam a região sul do país e o estado de Minas Gerais. "Além de divulgar serviços, empreendimentos e a marca diRoma, o grupo quer aumentar a rede de contatos e promover um intercâmbio de experiências com outros fornecedores do mercado. Queremos assistir e participar da criação de tendências, assim como acontece em Caldas Novas, desde a fundação do primeiro hotel diRoma, passando pelas atrações turísticas que administramos na cidade e o surgimento da rede de hotéis até os novos empreendimentos, como o Piazza diRoma, o novo hotel de luxo com inauguração prevista para 2019" explica Aparecido Sparapani, superintendente do Grupo diRoma.

Foi investindo na divulgação e parcerias em mercados turísticos fora do circuito litorâneo, que o diRoma fidelizou público em Minas Gerais atraindo também cidades do sudeste brasileiro. A aderência dos sulistas é promissora, principalmente após a presença nessas feiras de turismo em conjunto com ações ainda não divulgadas pelo diRoma. "Há alguns anos, focamos em atrair famílias e grupos de turistas e, não tem como negar, que as águas quentes no inverno, somadas ao Acqua Park e o clima ameno da cidade durante o ano inteiro, sobretudo no inverno e nas férias de julho, contou pontos a favor de nossas estratégias. Somente em 2017, 41.33% dos nossos clientes vieram de Minas Gerais, 15.63% de Goiás, 15.49% do Distrito Federal e 15.42% do Estado de São Paulo", relata Sparapani.