Assaltante é baleado e quadrilha é presa após tentativa de assalto

12 Janeiro 2018 12:10:00

Juliano Carlos


Um assaltante foi baleado e mais três presos durante perseguição e troca de tiros após roubo em uma residência depois que uma quadrilha rendeu oito vítimas da mesma família em imóvel situado no bairro Estados Unidos.

O assalto aconteceu na rua Dona Nitinha quando, segundo as vítimas, elas estavam no imóvel e foram surpreendidas por cinco bandidos armados e encapuzados. Eles ameaçaram a todos de morte, anunciaram o assalto e em seguida agrediram as vítimas e as trancaram no banheiro. Os criminosos reviraram toda casa e roubaram aparelhos televisores, joias, dinheiro, uma arma de fogo e dois veículos, sendo um Hyundai HB20 e um Volkswagen Saveiro. Após o roubo eles fugiram sentido bairro Abadia.

A Polícia Militar foi chamada e várias viaturas, sob o comando do tenente PM Alberto Cintra, iniciaram rastreamentos e após receber informações, as equipes foram até o residencial Rio de Janeiro, na rua Helenice Beatriz Prado Souza. Ao chegarem no imóvel, os militares avistaram os dois veículos roubados na garagem. Ao tentar realizar a abordagem, os criminosos fugiram, sendo que dois foram capturados na casa e identificados como R.M.S.M., 23 anos, e I.A.A.S., 18 anos. Os outros dois fugiram pulando muros, foram perseguidos e um deles sacou a arma e atirou contra os militares, que revidaram e atingiram o criminoso.

O assaltante ferido foi identificado como R.S.M., 32 anos. Ele foi socorrido pelos próprios policiais e levado para o pronto socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM). O quarto suspeito foi preso e identificado como M.H.S.L., 18 anos. Durante verificações no imóvel, os militares recuperaram os veículos roubados, além televisores, joias, uma réplica de pistola, toucas ninja, um rádio HT na frequência da PM e maconha. Os três suspeitos de roubo foram presos em flagrante e levados para a delegacia para esclarecer os fatos. Já o suspeito R., que foi baleado, até o fechamento desta edição continuava internado no Hospital de Clínicas da UFTM, onde permanecia internado sob escolta policial. 

Imagens

mais sobre: